ELEIÇÕES DIRETAS NA OAB NACIONAL
 

        O Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) irá apreciar nesta segunda-feira, 24 de outubro, a proposta de plebiscito sobre eleições diretas para a presidência nacional da OAB. Atualmente, a eleição da presidência nacional da entidade acontece de forma indireta, ou seja, por apenas 81 Conselheiros Federais. Isso significa que eles representam mais de 700 mil advogados brasileiros.
        Com a implantação das eleições diretas, os advogados estariam mais atentos às propostas de campanha dos candidatos e, assim, convocados à participação mais ativa nos debates sobre a classe. “O que se espera como principal consequência das eleições diretas para a OAB Federal é a ampliação da discussão sobre o papel institucional da Ordem a todos os advogados brasileiros”, completa o advogado Luiz Fernando Valladão, presidente da Associação dos Procuradores Municipais de Belo Horizonte (ApromBH).
        Valladão afirma que “apenas com as alterações das eleições na OAB a entidade estará praticando democracia”.